top of page
  • Foto do escritorRicardo Rochman

Ninja é um guerreiro que era considerado como assassino, espião, mercenário ou sabotador

Atualizado: 9 de nov. de 2023


Recentemente a Getninjas (NINJ3) anunciou que irá fazer uma redução de R$223,5 milhões do seu capital por meio de uma distribuição de caixa de R$4,40 por ação, sem reduzir o número de ações. Até aí nada de anormal, a teoria de finanças explica situações como essa pela política de dividendo residual, que prega que empresas primeiramente usam seu lucro para aplicar em projetos de investimento que criam valor (aqueles com valor presente líquido positivo), e o caixa excedente deve ser distribuído aos acionistas.


Do 1o trimestre de 2021 até o 2o trimestre de 2023, o EBITDA da Getninjas foi negativo, acumulando em todo período resultado negativo de R$112,3 milhões. No mesmo período a empresa teve prejuízo líquido em todos trimestres, com exceção do 2o trimestre de 2023 quando auferiu lucro líquido de R$1,5 milhão, mas calma, não comemore, pois esse lucro veio dos juros recebidos sobre os R$ 270 milhões em caixa aplicados no DI e títulos do Tesouro, quando a SELIC estava por volta de 13% ao ano.


Portanto, como a empresa não tem lucro nas suas operações, e aparentemente não tem projetos de investimento que criam valor, então decidiu distribuir 82,7% do seu caixa (que representa 75,8% do valor captado no IPO em 2021, somente 2 anos atrás!) para seus acionistas.


O curioso é que a Getninjas anunciou a distribuição de R$4,40/ação e em seguida o mercado levou a cotação da ação para próxima de R$4,40/ação (atualmente até menor que esse preço), ou seja, o mercado indica que a empresa vale somente pelo seu caixa distribuído, enquanto suas operações não valem nada (ou tem valor até negativo).


Vamos fazer um exercício simples a partir dos dados do final do 2o trimestre de 2023. Se considerarmos que após a distribuição dos R$223,5 milhões, sobrarão R$46,7 milhões em caixa; se os acionistas decidirem liquidar a empresa pagando todo passivo de R$19,2 milhões, e se por conservadorismo adotarmos a premissa que todos demais ativos valham zero, o preço da NINJ3 seria R$0,54. Com isto vemos que a empresa vale mais se for liquidada do que mantida operacional.


Qual é o plano dos controladores para a empresa?


- Manter a empresa operacional e listada? Nesta alternativa a ação valeria próximo de zero, e sem liquidez por se tornar uma microcap de fato. Ou poderia valer mais se a empresa participar de uma fusão ou aquisição, que só não aconteceu devido ao excesso de caixa sem uso (até o momento isso seria pura especulação);


- Liquidar a empresa? Isto valeria pelo menos R$0,54/ação para quem continuar;


- Manter a empresa operacional e fechar o capital? Pode ser o início de um recomeço para empresa, já que aparentemente ela foi ao mercado de capitais despreparada e antes da época devida. Mas a volta futura ao mercado seria complicada, pois a imagem e reputação da empresa ficará arranhada pelo ocorrido nos últimos 2 anos desde o IPO.


Afinal, que tipo de ninja é a Getninjas?


44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page