• Ricardo Rochman

Atenção a Recompra e Dividendos em época de crise (e fora dela)

Atualizado: 2 de jul. de 2020

Nas crises empresas decidem realizar recompra de ações ou reduzir a distribuição de dividendos. Atenção com essas operações:


  • a recompra de ações em época de estresse é usada para sinalizar que a ação está subavaliada (barata). No entanto, essa operação pode ser estratégia para aumento da concentração de poder do grupo de acionistas que formam bloco majoritário da empresa. Afinal a ação pode estar barata de fato e os acionistas minoritários vendem a ação (aderindo a recompra) na baixa para empresa, mas os majoritários não o fazem necessariamente. Além disso, queimar caixa da empresa com recompra de ações durante crise econômica não é algo recomendável, pois pode fazer falta.


  • a redução, ou não distribuição, de dividendos (e a "jaboticaba" juros sobre o capital próprio) é uma boa medida no período de crise, pois é hora de proteger o caixa da empresa. Sim, os acionistas deixam de receber dinheiro e consumir, mas preservam a empresa para o futuro. A empresa tem que lembrar que no futuro terá que devolver os dividendos poupados acrescidos de remuneração do capital do acionista, afinal ao abrir mão dos dividendos os acionistas também apertaram o cinto.


Muita atenção com essas operações pois investidor sardinha costuma ser devorado pelo tubarão.








#financaspessoais #acao #acoes #dividendos #recompra #investimentos


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo